TOP LOUVOR 2017

sábado, 20 de janeiro de 2018

Primeira Mídias Escritas e Evangélica distribuidas no Brasil


Estas foram as primeiras mídias escritas evangélicas distribuídas em território brasileiro:

1864 - Jornal Imprensa Evangélica
Fundada pelo presbiteriano Ashbel Green Simonton (Ashbel Green Simonton (West Hanover, 20 de janeiro de 1833 — São Paulo, 9 de dezembro de 1867) foi um pastor presbiteriano e missionário estadunidense, fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil).

01/01/1886 - Expositor Cristão
Por J.J. Rangon

1886 - Echos da Verdade
Por Zacarias Taylor

1889 - O Puritano
1892 - O Cristão
1892 - O Estandarte
1894 - As Boas Novas 
Por Salomão Luiz Ginshurg

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Elias subiu numa Carruagem de Fogo ou em um Redemoinho?

PERGUNTA - Elias subiu numa carroagem de fogo ou em um redemoinho?

RESPOSTA - "E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.” (II Rs 2.11).

Podemos notar com muita clareza que,  a carruagem de fogo só serviu para separar Elias de Eliseu sendo o profeta transladado aos céus por um redemoinho e não por uma carruagem de fogo.

sábado, 13 de janeiro de 2018

Principados e Potestades

Sobre #Principados e #Potestades

Assim como existe uma hierarquia entre os anjos bons (Efésios 1.21), assim também existe uma hierarquia entre os anjos maus.

Efésios 6.12 faz referencia a essa hierarquia do mal:

“Principados” são as ordens angelicais malignas superiores, enquanto que “potestades” são os governantes angelicais malignos subordinados.

Já os “dominadores deste mundo tenebroso” são os anjos a serviço do diabo.

O “mundo tenebroso”, que também se lê em Efésios 5.8, é este mundo com o seu pecado, os seus pecadores e as esferas da existência onde o mal domina, enfim, o reino das trevas.

As “forças espirituais do mal” são mais uma referencia aos anjos que estão a serviço do diabo, que é maligno.

O lugar onde ficam “as regiões celestes” não é definido pela Bíblia. São reinos ocupados por seres malignos.

PREDESTINAÇÃO, Existe?

#PREDESTINAÇÃO, existe?

A doutrina que alguns defendem revela um Deus cruel e injusto. Pregam que o "salvador" predestinou uns ao inferno e outros ao céu. Defendem ainda que, não importam suas atitudes ou convicções, pois o que vale é a eleição divina, ou seja: muitos fieis podem ir ao inferno e muitos incrédulos voatam direto para o céu.

Para nós, cristãos, não existe predestinação.

Você não nasceu predestinado a ir para o inferno ou para o céu; você não nasceu para ser fatalmente pobre ou rico. O livre arbítrio, dom de Deus, permite que as escolhas humanas conduzam a consequências que determinam a nossa situação.

Com a Reforma, sobretudo com Calvino, cresceu um pensamento que sublinha que há pessoas predestinadas à salvação e ao mesmo tempo outras predestinadas ao inferno. Na Bíblia, não encontramos fundamentos para tais idéias.

No Antigo Testamento Israel era o povo eleito. No Novo Testamento, toda a Igreja se torna a raçã eleita (veja 1Pedro 2.9). Poderíamos dizer que se somos raça eleita, somos, de qualquer forma, predestinados, escolhidos, especiais.

No primeiro capítulo de Efésios lemos:

"Nele nos escolheu antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele no amor. Ele nos predestinou para sermos seus filhos adotivos por Jesus Cristo, conforme o beneplácito da sua vontade" (Efésios 1.4-5).

E em Romanos 8.28-30:

"E nós sabemos que Deus coopera em tudo para o bem daqueles que o amam, daqueles que são chamados segundo o seu desígnio. Porque os que de antemão ele conheceu, esses também predestinou a serem conformes à imagem do seu Filho, a fim de ser ele o primogênito entre muitos irmãos. E os que predestinou, também os chamou; e os que chamou, também os justificou, e os que justificou, também os glorificou".

Tudo dependerá das escolhas que fizermos. A graça de Deus nos acompanha sempre e ilumina nossa mente para optar pela reta direção, mas nem todos seguem o Espírito.

Portanto, se você pensa que destino é qualquer situação que já está previamente estabelecida (por Deus ou pelos astros), independente da sua vontade, ele não existe. Existe, sim, o destino, entendido como meta, ao qual somos chamados, que é a vida em Cristo.

NOMES DE DEUS

NOMES DE DEUS
YAHWEH ou JAH

Estes nomes foram incorporados em nomes pessoais, como:

Abias = Deus é o seu pai
Elias = Meu Deus é YAHWEH

Os judeus não pronunciam o nome de Deus, o tetragrama. Em hebraico esse nome se escreve יהוה (he, waw, he, yod, que se leem da direita para a esquerda). A transliteração seria YHWH.

Os judeus consideram o nome divino tão sagrado a ponto que não devem pronunciá-lo. A pronúncia, por causa desse preceito, foi perdida e não se sabe como deve ser dito.

Os judeus ao lerem a Bíblia, ao se deparam com esse vocábulo: YHWH, acabam pronunciando: Adonai (Senhor) ou Elohim (Deuses). Fora do contexto litúrgico, usam também haShem, ou seja "o Nome".

YHWH na Bíblia

A Enciclopédia Judaica diz que o Tetragrama aparece 5.410 vezes na Bíblia, com a seguinte frequência nos livros conforme a divisão da Bíblia Hebraica: Gênesis 153, Êxodo 364; Levítico 285, Deuteronômio 230 (1.419 vezes na Torá/Pentateuco); Josué 170; Juízes 158, Samuel 423, Reis 467, Isaías 367, Jeremias 555, Ezequiel 211, Profetas menores 345 (2.696 vezes nos 'profetas'); Samos 645, Provérbios 87, Jó 31, Rute 16, Lamentações 32, Daniel 7, Esdras e Neemias 31, Crônicas 446 (1.295 vezes nos 'Escritos').

YHWH é a forma mais comum para indicar o nome de Deus, mas não é a única. Há alguns livros em que o tetragrama não aparece: Cântico dos Cânticos, Eclesiastes (Qoelet) e Ester. Em muitas passagens a Bíblia usa Elohim.

YHWH nas traduções

A atitude dos judeus representa uma dificuldade para os exegetas que desejam realizar uma tradução. A primeira tradução da Bíblia Hebraica, feita do hebraico para o grego ainda antes da vinda de Cristo, normalmente traduziu o tetragrama com o vocábulo grego Kyrios, que significa Senhor.

Possível significado de YHWH

Normalmente os que se aventuram numa interpretação dessa palavra se baseiam no texto de Êxodo 3, quando Moisés pergunta a Deus qual o seu nome. Deus, então lhe responde:  (3.14) EU SOU QUEM SOU (em hebraico: Ehyeh asher Ehyeh). E disse ainda: — Você dirá o seguinte: “EU SOU (em hebraico Ehye) me enviou a vocês. (3.15) O SENHOR (YHWH), o Deus (ELOHIM) dos seus antepassados, o Deus (ELOHIM) de Abraão, o Deus (ELOHIM) de Isaque e o Deus  (ELOHIM)  de Jacó, me enviou a vocês. Este é o seu nome para sempre, e assim ele será lembrado por vocês em todos os tempos.”

A célebre Jewish Encyclopedia a propósito diz:

É possível determinar, com um bom grau de certeza, a pronúncia histórica do Tetragrama, e o resultado concorda com quanto traz Êxodo 3.14, onde a raiz verbal se revela como "Eu serei", uma frase que é imediatamente precedida pela afirmação completa "Eu serei aquilo que serei" ou "Eu sou aquilo que sou". O nome deriva da raiz do verbo ser e é visto como um imperfeito. Isto é importante para a pronúncia, pois a etimologia se baseia neste caso sobre uma palavra conhecida. Os exegetas mais antigos, como Onkelos, os targumim de Jerusalém e o Pseudo-Jônatas consideram Ehye e Ehyeh asher Ehyeh como o nome da Divindade e aceitam a etimologia de hayah, "ser".

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Paulo e o Terceiro Céu 2 Coríntios 12

Sobre o #TerceiroCéu

“Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu” (2 Coríntios 12.2).

A Bíblia de Jerusalém comentado a expressão terceiro céu, interpreta desta maneira: “Isto é, ao mais alto dos céus”.

Podemos concluir a existência do terceiro céu como sendo a morada de  Deus!

Mas o que há neste terceiro céu?

Apocalipse  21.10:

"...e me transportou em espírito até uma grande e elevada montanha, e me mostrou a Santa Cidade, Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus" (Apocalipse 21.10).

Este terceiro céu é a habitação para a maior promessa feita à humanidade!

FOI O PRÓPRIO APÓSTOLO ARREBATADO?

A grande maioria dos teólogos concordam em que o homem que foi arrebatado até o terceiro céu é o próprio apóstolo Paulo. Concordam também que o apóstolo se refere a si mesmo, na terceira pessoa do singular, por uma questão de humanidade.

E como “terceiro céu” devemos entender o lugar onde habitam Deus, os anjos e os salvos. Isso se comprova com o versículo 4 do mesmo capítulo, onde, repetindo a referência ao arrebatamento, Paulo diz que “foi ao paraíso”, citando, desta vez, o mesmo termo que Jesus citou na cruz quando garantiu ao malfeitor arrependido que ele estaria lá, junto com Cristo (Lucas 23.43).

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Liberdade em Gálatas



Gálatas - Paulo chama os Gálatas a manterem-se firmes na sua liberdade, e "não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão" (Gálatas 5.1).

A liberdade cristã não é uma desculpa para satisfazer uma natureza inferior; pelo contrário, é uma oportunidade de amar uns aos outros (Gálatas 5.13, 6.7-10). Essa liberdade não isola ninguém das lutas da vida. De fato, pode até intensificar a luta entre o Espírito e a carne. No entanto, a carne foi crucificada com Cristo (Gálatas 2.20) e, como consequência, o Espírito produzirá seus frutos na vida do crente, tais como: amor, alegria e paz (Gálatas 5.22-23).

MISSÃO

NOSSA MISSÃO - Comunicar em uma linguagem simples e objetiva assuntos edificantes e úteis como Palavra de Deus, Direitos, Música, Estudos e muito mais. NOSSO TRABALHO - Entretenimento - Pesquisas (Top Louvor) - Mensagens e Estudos Bíblicos.